Dia do estudante: origem da data e futuro da educação

Camila Morais

|

11 de agosto de 2022
7 min. de leitura
Conteúdo
Avatar
Camila Morais

|

11 de agosto de 2022
7 min. de leitura
Dia do estudante: origem da data e futuro da educação

O dia do estudante é uma homenagem a todas as pessoas que dedicam seu tempo e sua vida aos estudos, independentemente do nível de formação e da idade. 

A educação é um direito básico de todos os cidadãos brasileiros e previsto na Constituição Federal. No entanto, sabemos que a realidade do Brasil não é essa, tanto para o ensino superior quanto para níveis básicos. 

Mesmo com um cenário difícil, o panorama dos últimos anos é promissor, principalmente com a ascensão do modelo de Ensino a Distância (EAD). Modalidade essa que somente foi possível devido a tecnologias de gestão, comunicação e inteligência artificial

Acompanhe esse artigo e conheça a origem da data do dia do estudante, se atualize com um panorama da educação brasileira, e entenda como as tecnologias podem facilitar a vida dos estudantes. 

Quando é o dia do estudante? 

O dia do estudante é celebrado em 11 de agosto em todo o território nacional. Essa é uma importante forma de marcar e oficializar os direitos básicos de educação de todo cidadão brasileiro. 

Ah! Mas não se confunda com o Dia Internacional do Estudante, comemorado mundialmente em 17 de novembro. 

Essa data é uma forma de reconhecimento quando, na Segunda Guerra Mundial, estudantes da antiga Tchecoslováquia lutaram contra soldados nazistas que invadiram o país. 

Quando surgiu o dia do estudante? 

quando surgiu o dia do estudante

O dia do estudante surgiu, oficialmente, em 1927. No entanto, tudo começou lá em 1827, quando ainda era o Brasil Império. 

Em 11 de agosto de 1827, Dom Pedro I fez a primeira autorização para os cursos de Direito, dando origem à Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco. 

Exatamente por isso que no setor jurídico, no mesmo dia, também é celebrado o Dia do Advogado. 

Sendo assim, o dia do estudante surgiu como uma marca na educação superior, mas passou a representar todos os níveis de ensino, desde a alfabetização até doutorados e cursos de especialização. 

Qual a importância do dia do estudante? 

A celebração do dia do estudante é uma forma de reforçar e incentivar a formação educacional da população. 

Sendo assim, é uma maneira de marcar e valorizar os esforços e abdicações que os estudantes fazem para construírem seu conhecimento. 

Além disso, é um dia reservado para ressaltar o trabalho de pesquisadores, especialistas e de professores que marcam a nossa jornada profissional e pessoal. 

Panorama da educação superior brasileira 

De acordo com o SEMESP (Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação), em 2020 houve crescimento de 14% na quantidade de polos EAD

Graças a esse modelo, as Instituições de Ensino Superior conseguem democratizar ainda mais a educação. Assim vamos rumo à meta do Plano Nacional de que 50% dos jovens entre 18 a 24 anos estejam matriculados no ensino superior até 2024. 

Afinal, muitos alunos não têm condições de pagar mensalidades de cursos presenciais, principalmente porque esse valor é somado a custos com deslocamento. 

Somado a isso, ainda há a questão do tempo que também é um impeditivo para as pessoas que moram e trabalham longe das universidades. 

Em paralelo, as IESs precisaram se adaptar ao novo modelo de ensino. Foi necessário:

  • treinar professores para aulas remotas e gravadas;
  • implementar plataformas de ensino a distância; 
  • implementar plataformas de comunicação e de automação de contatos 
  • agilizar, de forma remota, processos de matrícula, rematrícula, acesso a cursos e outras informações

Incentivando a educação no Brasil 

A democratização do ensino não pode depender somente de políticas e incentivos públicos, como os financiamentos estudantis.

As instituições privadas de ensino podem implementar medidas que ajudam estudantes a serem e se manterem matriculados para concluírem os seus estudos. 

Uma das maneiras de executar essa responsabilidade é por meio da implementação de tecnologias. 

Mas por que as tecnologias são a base para essa democratização? Pelo baixo custo! 

A tecnologia permite que muitos processos de ensino se tornem mais acessíveis para os alunos, justamente porque minimiza os custos para as instituições de ensino. Um exemplo claro disso é a diferença dos valores de mensalidades de um mesmo curso considerando a modalidade EAD e a presencial. 

Além disso, é uma forma de diferencial competitivo para as instituições que querem captar mais alunos em seus cursos. 

O futuro do ensino no Brasil 

futuro do ensino no brasil

Falando em dia do estudante e incentivo à educação, o que se pode esperar do cenário educacional brasileiro? 

Além das modernizações e tecnologias nos estudos e no atendimento, o movimento atual nos leva para uma reestruturação dos formatos tradicionais de ensino. 

Ou seja, modelos muito padronizados já não atendem às necessidades dos estudantes nem das novas sociedades. Diante disso, também será percebida maior valorização de outras disciplinas, como aquelas que trabalham e desenvolvem habilidades profissionais, emocionais e pessoais. 

O trabalho da Weni em incentivar a educação  

A Weni acredita que a educação é a base de qualquer sociedade e da construção de pessoas com senso crítico que terão acesso a diversas oportunidades. 

É justamente por isso que um dos mercados de atuação da Weni é o educacional. Temos integrações, fluxos e suportes direcionados especificamente para Instituições de Ensino Superior que desejam alcançar mais alunos e melhorar a experiência daqueles que já estão matriculados.

Nossa base de clientes do ramo educacional, nos ajuda a entender quais são as maiores necessidades das IESs. Por isso, nós sabemos quais são as ferramentas de automação educacional que reduzem custos e permitem à instituição gerenciar melhor os setores.

LEIA MAIS | Caso de Sucesso da Faculdade de Tecnologia do Nordeste – Fatene

As vantagens da Weni Plataforma para os estudantes

Se a Weni Plataforma é voltada para a gestão e comunicação das IESs, como ela pode impactar na vida dos estudantes? Facilitando a rotina!

Todos os processos gerenciais de uma instituição, ou de qualquer empresa, se tornam uma reação em cadeia. Portanto, otimizações na comunicação das instituições interferem na experiência dos alunos

A Weni Plataforma pode ser usada para sanar dúvidas frequentes sobre os processos da instituição, como também para automatizar matrículas e rematrículas — sem a necessidade de atendentes para isso. 

Assim, os funcionários do atendimento, da secretaria, e do suporte, podem se concentrar em resolver problemas mais complexos e dar mais atenção para os alunos.

O resultado disso tudo? Agilidade na comunicação entre estudante e IES. 

LEIA MAIS | Usando a Weni Plataforma para criar um chatbot para matrículas em minutos! 

Além disso, as funcionalidades da Weni Plataforma podem ser usadas para:

  • identificar problemas dos alunos em ferramentas usadas para aulas e provas;
  • construir, disparar e coletar dados de pesquisas de satisfação;
  • aproximar instituição e aluno;
  • emitir segunda via de boletos automaticamente. 

E muito mais! 

Vale dizer que as integrações com diversos canais tornam a Weni Plataforma uma poderosa aliada para as campanhas de aquisição e nutrição de alunos. As possibilidades de uso são muitas, mas o objetivo é um só: facilitar a rotina do aluno e da IES. 

O dia do estudante, seja nacional ou internacional, é um momento de homenagem, mas também de reflexão sobre o que empresas privadas vêm fazendo para incentivar a formação de jovens brasileiros.

E a sua instituição, o que está fazendo para alcançar mais alunos e promover a democratização da educação? 

Para continuar pesquisando sobre o uso da Weni Plataforma e de tecnologias na educação, acesse o nosso artigo sobre captação de alunos com IA e chatbots

Conteúdos relacionados

Copyright © 2022 Weni. All rights reserved.