A pandemia como catalisador das mudanças no ramo educacional

Matheus Amorim

|

21 de dezembro de 2021
5 min. de leitura
Conteúdo
Avatar
Matheus Amorim

|

21 de dezembro de 2021
5 min. de leitura
A pandemia como catalisador das mudanças no ramo educacional

A pandemia do novo coronavírus tem sido o maior divisor de águas em diversos aspectos da sociedade atual, e no ramo educacional notamos mudanças significativas.

Com isso, o mundo se tornou mais frágil, mercados deixaram de existir enquanto outros surgiram, e regras antes existentes foram modificadas. Principalmente porque a sociedade começou a se organizar de uma forma diferente durante esse período que ficou conhecido como “o novo normal”.


O distanciamento social retirou das organizações o poder de criar uma experiência de consumo presencial e isso afetou diversos setores da economia. Um dos segmentos mais afetados foi o educacional que precisou se adaptar ao novo contexto social em diversas frentes: atendimento aos alunos, experiência de ensino, etc.

Mas, antes de falarmos sobre o momento atual, vamos fazer uma volta no passado!

Você sabia que o ramo educacional crescia de forma significativa no Brasil, mesmo em momentos de crise? Na crise econômica vivida pelo país entre 2013 e 2017, o setor cresceu 37,5%. De acordo com uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o segmento foi ainda o que mais avançou no país nesse período, com um aumento de 1,3 milhão de empresas ativas para quase 1,8 milhão.

O impacto da pandemia no setor educacional

Com a propagação da Covid-19, os sistemas de educação em todo o mundo foram afetados. De acordo com relatório do Banco Mundial, em pouco mais de três semanas, cerca de 1,4 bilhões de estudantes ficaram fora da escola em mais de 156 países.

Porém, durante a crise gerada pelo coronavírus, foi possível identificar a aceleração de mudanças no ramo educacional, que já vinham sendo discutidas, mas que foram priorizadas com os impactos da pandemia.

Empreendendo na crise

A pandemia como catalisador das mudanças no ramo educacional
Semana da Liderança Weni 2021

Sou diretor de Serviços na Weni, empresa de tecnologia que tem como foco transformar a comunicação através de inteligência artificial. Durante os anos de 2020/2021 pude acompanhar de perto como a pandemia resultou em transformações significativas em organizações do ramo educacional.

As principais dores identificadas, foram: como escalar o atendimento e dar suporte aos alunos atuais na obtenção de informações, e como inovar no modelo de ensino com o uso da tecnologia.

A TECNOLOGIA E A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL SE TORNARAM ALIADAS DE PRIMEIRA HORA DAS ORGANIZAÇÕES QUE CONSEGUIRAM SE ADAPTAR ÀS NOVAS NECESSIDADES DO MERCADO

Com isso, na tentativa de simular um ser humano em conversas com seus clientes, muitas organizações começaram a desenvolver chatbots que pudessem atender de uma forma escalável e humanizada as novas demandas.

Assim, acompanhei o nascimento de diversos tipos de chatbots aplicados ao ramo educacional, confira.

Chatbots do ramo educacional

1- Assistente virtual: chatbot inteligente voltado a sanar dúvidas dos alunos e direcioná-los no atendimento de suas demandas administrativas. Esses chatbots podem ser usados não apenas no atendimento para com alunos, mas também no atendimento interno (para polos/parceiros) das instituições de ensino. Além disso, usando o poder da Plataforma Weni, o chatbot pode ficar disponível em diversos canais (WhatsApp, Facebook, WebChat, etc).

2- Captura de leads: com a minimização da pandemia, muitas organizações do ramo educacional focam em escalar o processo de captura de novos alunos utilizando chatbots. Com isso, as organizações podem levar uma experiência conversacional de vendas padronizada e escalável para os seus futuros alunos.

Para além do uso da tecnologia no atendimento do público atual ou na obtenção de novos alunos, estas organizações desafiam o próprio processo educacional e procuram entender como a tecnologia pode amplificar a experiência educacional dessas organizações.

O mercado educacional está em um momento de experimentação no que diz respeito às novas formas de ensinar e aprender. Assim, alunos e professores podem testar a adoção de novas tecnologias no ensino e até mesmo a possibilidade de uma nova realidade de ensino remoto.

O ensino do futuro acontecendo agora!

Utilizando esse ambiente de experimentação, muitas organizações do ramo educacional têm realizado protótipos usando tecnologia e inteligência artificial para promover uma nova experiência de ensino.

Um desses casos é o uso de chatbot como tutor de disciplinas. Além de preparar o bot de forma inteligente para auxiliar no ensino, respondendo dúvidas dos alunos sobre determinados assuntos, o bot também pode direcionar o aluno para ser atendido por um tutor humano em casos específicos e necessários. Tudo isso de forma escalável e centralizada.

Além disso, uma outra tendência que vem se acentuando é o uso de chatbot de microlearning.

é um tipo de abordagem de aprendizagem online que transmite pequenas doses de conhecimento em uma curta duração. A tradução da palavra já diz muito sobre o seu significado: micro (pequeno, reduzido) learning (aprendizado).

Muitas organizações usam o microlearning para ofertar os seus serviços para uma nova parcela da sociedade, com um conteúdo mais enxuto, direcionado e acessível. Os chatbots de microlearning pode trazer a experiência do ensino para dentro dos celulares, principalmente através do WhatsApp.

Por fim…

Todas essas estratégias foram aceleradas devido ao novo cenário que a pandemia trouxe para o mercado educacional e para toda a sociedade. As organizações que estão sabendo se adaptar a estas mudanças estão conseguindo se recuperar mais rapidamente da crise gerada pelo coronavírus.

Com a Plataforma Weni, temos auxiliado diversas organizações ao redor do mundo a transformar suas comunicações e a gerar uma melhor experiência para os seus consumidores. Quer saber mais como sua empresa/organização pode fazer isso? Entre em contato conosco!

Conteúdos relacionados

Copyright © 2022 Weni. All rights reserved.