Caso de sucesso | U-Report Uniendo Voces

Kayalla Barreto

|

13 de julho de 2022
10 min. de leitura
Conteúdo
Avatar
Kayalla Barreto

|

13 de julho de 2022
10 min. de leitura
Caso de sucesso | U-Report Uniendo Voces

O projeto que impactou mais de 35 mil adolescentes e jovens refugiados da Venezuela.

Destaques

  • Cerca de 200 organizações envolvidas no bem-estar dos refugiados
  • Aproximadamente 35 mil vidas impactadas
  • Mais de 12 mil U-Reporters (voluntários para as pesquisas) cadastrados no projeto

RAIO-X DO PROJETO

Sobre o R4V

O Uniendo Voces é administrado por agências da ONU e outras organizações, como a ACNUR e a Plan International, que compõem a Plataforma de Coordenação Interinstitucional para Refugiados e Migrantes da Venezuela (R4V).

Tipo de Negócio

Sem fins lucrativos, de ajuda humanitária.

Quantas pessoas o projeto atende

Mais de 35 mil refugiados venezuelanos acolhidos no Brasil, Equador e Bolívia.

Soluções contratadas

  • API oficial do WhatsApp
  • Plataforma de comunicação Rapid Pro
  • Dash do U-Report para o projeto
  • Consultoria de evolução

Desenhado para jovens imigrantes venezuelanos que deixaram seu país natal devido às crises social e econômica, o Uniendo Voces é um sistema interativo.

Ele oferece informações confiáveis sobre os direitos e serviços disponíveis no Brasil, Equador e Bolívia, países que acolhem os que buscam abrigo.

A comunicação acelerada entre organizações, governos e populações auxilia em questões humanitárias e garante melhores condições de vida a quem precisa.

O projeto leva informações relevantes em tempo real, ajuda nos trâmites para regularização dos refugiados, e lhes oferece a oportunidade de participar em cada nova decisão que afetará suas vidas.

O desafio: se comunicar com jovens refugiados venezuelanos

A crise na Venezuela se iniciou por volta de 2013 e, desde então, arrasta-se pelo país sul-americano. Iniciada por motivos políticos, hoje a Venezuela encara uma grave crise humanitária. Afinal, parte considerável de sua população sofre com a falta de alimentos e direitos básicos de sobrevivência.

Hoje, este é um dos maiores fluxos de deslocamento do mundo: mais de cinco milhões de pessoas deixaram seu país de origem desde o início das crises social e econômica, e mais de 260 mil pediram refúgio ou residência no Brasil, no Equador e na Bolívia.

Outros venezuelanos permanecem sem documentação ou permissão para residir regularmente nos países vizinhos, e, assim, não possuem a garantia de acesso a direitos básicos.

Isso torna a situação dos refugiados muito mais grave, afetando mais pessoas e comprometendo o alcance e a sustentabilidade do sistema humanitário.

Em resposta à crise, a Plataforma Regional de Coordenação Interagencial R4V (Response for Venezuelans) foi criada como um fórum para coordenar as ações de agências da ONU e organizações da sociedade civil.

O objetivo é promover o acesso aos direitos, serviços básicos, proteção, autossuficiência e integração socioeconômica para esta população, bem como suas comunidades de acolhida.

case de sucesso uniendo voces
Foto de uma U-Reporter em reunião de alinhamento do projeto

Uma pesquisa realizada em 2019 pelo Grupo de Trabalho de Comunicação com as Comunidades da plataforma R4V revelou que 65% dos refugiados e migrantes da Venezuela no Brasil têm acesso a um celular. Além disso, 80% acessam a internet por meio de diferentes aparelhos. 

Esse levantamento ajudou a programar ações de assistência emergencial imediata aos afetados. Percebendo que o acesso às informações certas, no tempo certo, e no formato certo, é essencial para salvar vidas, a R4V procurou formas de conectar os adolescentes e jovens.

Isso foi feito por meio dos canais que eles usam – como WhatsApp e Messenger – para informá-los corretamente sobre tópicos que fariam a diferença na vida deles. 

“Vamos dar acesso à informação de qualidade, de forma simples, em canais utilizados pelos jovens e que demandam pouco uso de dados de internet.” – José Egas, Representante da Agência da ONU para refugiados no Brasil, em um comunicado de imprensa do UNICEF

jose egas

A solução: tecnologia Weni conectada aos canais de comunicação

Pensando em melhorar as condições de vida dos refugiados, o R4V contratou o U-Report, um programa de comunicação e engajamento com jovens em todo o mundo, que usa tecnologia Weni.

Criado em 2011 pelo UNICEF para empoderar comunidades de jovens e adolescentes, o U-Report garante que aqueles que se cadastram tenham acesso à informação, possam falar sobre questões os afetam e impactam suas comunidades e participem do desenvolvimento cidadão.

Integrado com o U-Report, a Weni ajudou no desenvolvimento de um chatbot chamado “Gigante”, responsável por ajudar as pessoas a acessar conteúdos atualizados sobre seus direitos e serviços disponíveis. A comunicação é feita através do WhatsApp ou Facebook Messenger.

Além de informar, o Gigante ajuda associações e governos a gerir, administrar e engajar os refugiados, incentivando a participação de jovens como agentes de mudança em questões relevantes para a sociedade.

Para a Uniendo Voces, a solução da Weni foi adaptada para automatizar respostas às dúvidas mais recorrentes da população de forma massificada, e estabelecer e nutrir uma boa relação com os jovens refugiados.

Toda a comunicação do projeto foi pensada e estruturada com base em:

  • qualidade
  • efetividade
  • escalabilidade
  • humanização

Vale lembrar que a plataforma permite anonimato para contextos onde a privacidade do cidadão é fundamental no processo de engajamento cívico, por isso, a participação dos jovens é sempre voluntária, anônima e gratuita. 

O uso de ferramentas tecnológicas para solucionar problemas sociais é especialidade da Weni, sendo um exemplo de tecnologia aplicada para engajamento cívico.

A Weni foi uma verdadeira facilitadora tecnológica ao ajudar a automatizar a comunicação com os refugiados da Venezuela. Nossa missão é libertar o potencial humano, nada mais justo do que usar todos os nossos recursos para acolher e dar voz aos que precisam.” – Carolina Eguiazabal, Customer Success Anayst responsável pelo projeto na Weni.

Carolina Eguiazabal

Desde sua fundação, há 10 anos, a Weni oferece tecnologia para os mais diversos casos de impacto social.

O desejo de libertar o potencial humano com nossas soluções, nos levou a mais 40 países com vários projetos que visam melhores condições de vida às populações. Inclusive, temos dado suporte à ONU em grandes iniciativas de engajamento social por meio da comunicação.

E foi com a experiência adquirida ao lado de organizações e parceiros do terceiro setor, que a Weni se tornou Business Provider Solution do WhatsApp.

Com isso, oferece os meios para instituições sem fins lucrativos que desejam utilizar a API da plataforma — como no caso do R4V— para disponibilizar informações confiáveis para os meios de comunicação mais usados da atualidade.

r4v

O projeto na prática: personalizando a comunicação para jovens refugiados

O simpático Gigante se comunica com os adolescentes e jovens refugiados em português ou espanhol – conforme a preferência do usuário, na hora da interação e do cadastro.

Seu visual, o nome de Gigante e o conteúdo da plataforma, foram construídos em consultas com grupos de jovens atendidos pela Operação Acolhida, operação criada pelo governo federal em Roraima para auxiliar no atendimento humanitário aos refugiados.

Toda a comunicação do bot é pautada nos objetivos específicos do projeto, que são:

  • Assegurar uma participação significativa dos grupos de refugiados e migrantes na Resposta R4V, incluindo os grupos mais vulneráveis;
  • Fornecer uma fonte confiável de informações sobre tópicos-chave, incluindo documentação, saúde, educação, emprego;
  • Apoiar a coesão social dos grupos de refugiados, migrantes e comunidades anfitriãs;
  • Fornecer um mecanismo de feedback sobre a qualidade dos serviços e
  • Apoiar o desenvolvimento de pontos de dados padrão em torno da migração.

“O U-Report Uniendo Voces é um espaço para dar voz a adolescentes e jovens da Venezuela por meio dos canais que eles já utilizam, as redes sociais. Além de responder a enquetes, eles poderão no futuro se manifestar sobre os serviços a que têm acesso, de forma anônima. A ferramenta procura tornar os adolescentes e jovens agentes de mudanças”. – Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil, em um comunicado de imprensa do UNICEF.

florence bauer

Visto que um dos objetivos é a comunicação facilitada, as pessoas podem conversar com o bot a qualquer hora do dia, num espaço criado para enviar informações confiáveis e para coletar opiniões sobre assuntos relevantes que auxiliam o processo de integração nos países que os acolhem.

Pensando em criar um ambiente seguro para os participantes do projeto, as informações importantes e as participações nas pesquisas são salvas, mas a confidencialidade é mantida.

Os U-Reporters (voluntários que participam das pesquisas) ajudam em cada nova ação pensada para o projeto. Todas as respostas enviadas por eles são coletadas pelo Gigante, armazenadas no servidor U-Report Uniendo Voces, para depois serem tratadas pelo R4V.

Por meio de enquetes e chats, as instituições à frente do projeto conseguem se aproximar dos refugiados e coletar dados importantes para mapear problemas e pensar em soluções válidas para garantir uma assistência básica aos que precisam.

convite novos u-reportes
Temas tratados pelo Gigante

O tratamento dos dados coletados com as enquetes é super importante, pois eles possibilitam um planejamento estratégico para resolver quaisquer problemas identificados. Assim, todas as atividades propostas pela direção-geral do R4V, são sugeridas com base nas respostas dos U-Reporters.

Caso você tenha se interessado pelo projeto e queira testar o Gigante, basta envia um “Olá” para os canais disponíveis:

Outras informações sobre o projeto, podem ser acessadas pelo Facebook: https://www.facebook.com/ureportuniendovoces

Resultados: mais de 35 mil impactados

Desde a sua criação em dezembro de 2020, o U-Report Uniendo Voces já alcançou mais de 35 mil refugiados. Essas pessoas puderam se beneficiar de informações confiáveis e até mesmo contribuir para melhorias em suas condições de vida.

Os resultados das enquetes e a distribuição de assuntos conversados com os U-Reporters ficam disponíveis publicamente no site oficial: https://uniendovoces-br.ureport.in.

dados uniendo voces
Dados retirados do Rapid Pro, plataforma onde o Uniendo Voces está hospedado. 

O Gigante diminui a distância nas relações humanas e oferece ajuda prática. Por estar disponível 24 horas por dia, favorece o contato com os refugiados.

Projetos de impacto social costumam considerar dados para planejar seus próximos passos, e não é diferente no Uniendo Voces. Os números coletados na plataforma são analisados para permitir que os gestores e as organizações do R4V direcionem melhor seus esforços e políticas públicas para os refugiados.

Impacto Social na Weni

Projetos como o Uniendo Voces provam que a tecnologia pode e deve ser utilizada para fins de impacto social.

A Weni busca apresentar soluções para o desenvolvimento da população, oferecendo os meios necessários para amenizar e resolver problemas da sociedade.

Como diria Leandro Neves, sócio-fundador e CEO da Weni: 

“É possível usar chatbots e inteligência artificial para mudar a vida das pessoas”. Trabalhamos com um conjunto de técnicas e metodologias completas de fácil aplicabilidade pela própria comunidade.

leandro neves ceo weni

A Weni é especialista em criar projetos que mudam o mundo. 

Se você busca alcance, engajamento e bons resultados, você encontrou a solução certa.

Quer mais informações sobre como transformar o mundo, explorando todo o potencial da tecnologia? Fale com a Dóris, nossa assistente virtual, e peça para ser atendido por um de nossos especialistas.

Seja o nosso próximo case de sucesso!

Conteúdos relacionados

Copyright © 2022 Weni. All rights reserved.